Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Quarta, 20 May 2020 20:40
NOVIDADE

Em ação inovadora, Sefaz Alagoas institui o primeiro Lab Fiscal do Brasil

Iniciativa visa fomentar a cultura da inovação, com foco no estabelecimento de parcerias entre o setor privado e público, desenvolvendo um capital intelectual no Estado

Projetos financiados com recursos do Programa de Apoio à Gestão dos Fiscos do Brasil serão desenvolvidos na Lab Fiscal Projetos financiados com recursos do Programa de Apoio à Gestão dos Fiscos do Brasil serão desenvolvidos na Lab Fiscal Divulgação
Texto de Tatyane Barbosa

Com uma iniciativa inovadora no âmbito fiscal-tributário no Brasil, a Secretaria da Fazenda (Sefaz-AL) instituiu, nesta quarta-feira (20), o Lab Fiscal, que tem como objetivo principal fomentar a cultura da inovação, com foco no estabelecimento de parceiras entre o setor privado e púbico, desenvolvendo um capital intelectual no Estado. A portaria está publicada no Diário Oficial de Alagoas.

 

O Laboratório de Aceleração de Resultados e Inovação Fiscal é um espaço criativo e colaborativo destinado à cocriação, exploração e testes de ideias, conceitos ou sugestões, objetivando o desenvolvimento e aprimoramento de novos produtos, soluções, serviços ou reformulação de processos de trabalho com o intuito de alcançar maior eficiência institucional.

 

Dentre outros objetivos estão a abertura de espaço para a participação da sociedade na concepção de projetos inovadores no âmbito da Fazenda pública e apoiar os setores da Sefaz na busca de soluções para problemas complexos, tomando por base metodologias de inovação e inteligência que considerem a empatia, colaboração e a experimentação.

 

O Lab Fiscal está em busca de parceiras com instituições acadêmicas, da sociedade civil e empresas. Vale frisar que os projetos financiados com recursos do Programa de Apoio à Gestão dos Fiscos do Brasil (Profisco) serão desenvolvidos nesse Laboratório.

 

Sua estrutura física, metodologias, frameworks e ferramentas permitem a implantação de modelos de negócio inovadores e disruptivos. Composta por uma coordenação geral, desempenhada pelo Secretário Especial da Receita Estadual, Luiz Dias; e por Squads, modelo organizacional que separa equipes multidisciplinares para desenvolver determinado projeto, produto ou funcionalidade.

 

“A ideia é integrar a atividade meio e fim, através de uma metodologia ágil. O usuário do serviço estará no centro da solução, com visão multidisciplinar sobre os problemas, flexibilizando e, ao mesmo tempo, desburocratizando as atividades. A máxima eficiência administrativa acontecerá pela transformação digital”, enfatiza Dias.