Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Quinta, 07 November 2019 19:04
EM ALAGOAS

Fórum Exame de Parcerias Público-Privadas reúne mais de 250 participantes

Evento foi realizado pela primeira vez fora de São Paulo

Fórum Exame aconteceu pela primeira vez no Estado de Alagoas Fórum Exame aconteceu pela primeira vez no Estado de Alagoas Ivo Neto
Texto de Layla Oliveira

Mais de 250 participantes estiveram presentes para prestigiar os debates ocorridos no Fórum Exame de Parcerias Público-Privadas (PPPs) e Concessões que aconteceu nesta quinta-feira (07), no Hotel Ritz Lagoa da Anta. Na oportunidade, o governador Renan Filho e o secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, apresentaram o novo programa de Concessões e PPPs de Alagoas.

A iniciativa teve o objetivo de apresentar e proporcionar a discussão de temas fundamentais para a harmonização dos interesses e das relações entre todos os envolvidos, como os poderes Executivo, Legislativo e regulador. Durante a ocasião, o redator chefe da Exame, José Roberto Caetano, comentou sobre a relevância do evento para a sociedade.

“Esse fórum é muito importante para fomentar o debate acerca da economia e do desenvolvimento financeiro. É um projeto que surgiu após a inserção da revista no ramo de realização de eventos e que tem me dado um grande orgulho de estar à frente”, comenta.

Com a apresentação do pipeline de projetos, o secretário da Fazenda, George Santoro, explicou que a solução apresentada pelo Estado da Bahia foi muito interessante e a partir desse modelo houve a adaptação para Alagoas.

“Criamos o fundo de investimentos imobiliários. Ou seja, através da contratação de instituição financeira que vai estruturar, nos imóveis que estão parados sem rentabilizar nada para o Estado, projetos de shoppings, hotéis e outros, é garantido um novo ciclo de investimentos em Alagoas”, ressalta.

A manhã seguiu repleta de discussões construtivas a respeito do papel das concessões e parcerias público-privadas. O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, destacou que oferecer um serviço de qualidade à população é mais importante do que discutir se esse serviço deve ser realizado pelo Estado ou por um ente privado.

“A gente está aqui para pensar em quem está recebendo o serviço, e não em quem está fazendo. É um projeto que está há três anos sendo arduamente, com suor e esforço, preparado com toda a equipe de secretários e prefeitos”, concluiu.

Participaram empresários, representantes de construtoras, concessionárias, estruturadores de projetos, financiadores, além de servidores do Executivo, do Legislativo e de órgãos reguladores do Estado, prefeitos e lideranças da sociedade civil organizada.