Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Terça, 03 September 2019 18:37
DESENVOLVIMENTO

Banco de Desenvolvimento da América Latina faz avaliação sobre investimentos em AL

Delegação da CAF chega ao Estado para a primeira reunião da agenda que aconteceu nesta terça-feira (3) no auditório da sede da Secretaria da Fazenda

Evento contou com apresentação geral e lógica territorial do Programa Evento contou com apresentação geral e lógica territorial do Programa Ivo Neto
Texto de Anna Cláudia Almeida

A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL) recebeu, nesta terça-feira (3), a delegação do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), que tem como objetivo apoiar técnica e financeiramente o Estado, e cumprirá, nos próximos dias, uma missão de avaliação sobre futuros investimentos dentro do Programa Estrutura Alagoas, principalmente referente ao Turismo.

 

A abertura dos trabalhos ocorreu na sede do órgão e foi comandada pela secretária Especial do Tesouro Estadual, Renata dos Santos. A primeira reunião da agenda contou com apresentação geral e lógica territorial do Programa, assim como os projetos de algumas secretarias de Estado que serão beneficiados com os recursos, como Seinfra, Sedetur e Setrand.

 

O Estado vem pleiteando, junto a CAF, 140 milhões de dólares, que serão investidos em projetos que vão desde obras de duplicações – como da Rodovia Estadual AL 101 Norte, ligando Maceió à Barra de Santo Antônio – até saneamento, urbanização e mobilidade da região de Maragogi e Rota Ecológica. 

 

Segundo a Secretária Especial do Tesouro Estadual, a negociação com banco ocorre há quase dois anos. “Já apresentamos a carta consulta à Comissão de Financiamento Externo (COFIEX) no governo federal, que já foi aprovada. Esta é uma missão prévia para a assinatura do contrato. Os especialistas do Banco estão em Alagoas para que possamos discutir os detalhes mais específicos dos projetos e, assim, haja em breve a assinatura do financiamento. A previsão é de que ocorra até dezembro deste ano”, colocou Renata dos Santos.

 

Durante os próximos dias, equipes do Estado e Técnica da CAF realizarão visitas às áreas dos projetos assim com reuniões temáticas e de revisão de aspectos institucionais e de execução do Programa.

 

O Secretário de Estado da Infraestrutura, Maurício Quintella,  apresentou alguns dos projetos que estão sendo pleiteados pelo órgão. “Nós estamos pleiteando investimentos para o esgotamento sanitário da Barra de São Miguel e Maragogi, assim como o abastecimento de água entre Japaratinga e Maragogi e o saneamento de toda Rota Ecológica: Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres e Passo de Camaragibe. Serão investimentos importantes que atenderão tanto os cidadãos quanto o desenvolvimento do turismo, que já tem uma grande potência na região”, colocou Quintella.

 

A Secretária do Tesouro Estadual reafirma que receber esses novos investimentos para o Estado é um grande passo para ampliação e requalificação, de forma nacional, do Turismo na região Norte, além de beneficiar os cidadãos.

 

“As duplicações visam a integração turística – a AL 101 Norte irá promover uma requalificação urbana, com projeto sustentável – e logística – quando nos referimos à duplicação Arapiraca/Palmeira dos Índios, com mais acessibilidade e desenvolvimento econômico nesta importante região. Investir na Rota Ecológica e Maragogi, com urbanização, saneamento e capacitação para trabalho no Trade Turístico, reflete diretamente para a melhoria de vida dos cidadãos. O projeto foi desenhado visando resolver problemas da região, como falta da água, e esgotamento sanitário, sendo diretamente o cidadão beneficiado. Teremos uma requalificação nacional para a região e consequentemente melhorar o turismo”, finalizou a secretária.

 

CAF

O Banco de Desenvolvimento da América Latina tem por objetivo promover um modelo de desenvolvimento sustentável, por meio de operações de crédito, recursos não reembolsáveis e apoio em estruturação técnica e financeira de projetos dos setores público e privado da América Latina. 

 

O CAF tem a missão de impulsionar o desenvolvimento sustentável e a integração regional, mediante o financiamento de projetos dos setores público e privado, a provisão de cooperação técnica e outros serviços especializados. Constituído em 1970 e atualmente composto por 19 países – 17 da América Latina e Caribe, além de Espanha e Portugal – e 13 bancos privados, é uma das principais fontes de financiamento multilateral e um importante gerador de conhecimento para a região.