Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Segunda, 09 Outubro 2017 19:28
OUTUBRO ROSA

Rede Feminina inaugura loja e reestrutura Casa de Apoio com recursos da NFC

Instituição já recebeu R$ 60 mil em premiações da Campanha

Trabalho da Rede é voltado a pessoas carentes vítimas do câncer e que estão em tratamento pelo SUS Trabalho da Rede é voltado a pessoas carentes vítimas do câncer e que estão em tratamento pelo SUS Débora Vieira
Texto de Débora Vieira

O Outubro Rosa ganhou um aliado dos bons este ano: a Campanha Nota Fiscal Cidadã (NFC). Na manhã desta segunda-feira (9), a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Alagoas celebrou a concretização de alguns dos seus projetos, que foram favorecidos com os recursos dos sorteios da NFC.

 

(Fotos: Débora Vieira)

 

Um deles foi a inauguração da lojinha da Rede, localizada na Santa Casa de Misericórdia de Maceió. O dinheiro arrecadado na Campanha do Programa de Educação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) possibilitou a compra dos móveis da boutique, que funciona também como um ponto de apoio aos pacientes em tratamento.

 

“Vamos supor que o paciente perdeu o cabelo e está com a auto-estima baixa, aí ele vem aqui e leva uma peruca ou um lenço. Isso tudo é grátis. Para as pacientes que tiverem retirado a mama, também é possível levar uma prótese mamária artesanal”, detalhou a presidente da Rede Feminina, Fátima Canuto, acrescentando que os produtos comercializados no ponto são todos provenientes de doações. “O que é arrecadado aqui é destinado para a instituição”, complementou.

 

(Fotos: Débora Vieira)

 

A instituição também conseguiu promover melhorias na sua Casa de Apoio, que conta atualmente com 40 leitos. “Compramos alguns computadores para nossa sede e colocamos um totem de identificação da Casa de Apoio”, expôs Fátima. De 2016 até agora, a Rede arrecadou na NFC cerca de R$ 60 mil.

 

A Rede foi fundada em 1973, mas ficou por 17 anos desativada, tendo suas atividades reiniciadas apenas no ano de 2001. O trabalho realizado é voltado a pessoas carentes, tanto mulheres quanto homens vítimas do câncer e que estão em tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, o projeto conta com uma casa apoio com 40 leitos e oferece 12 mil lanches nos ambulatórios de rádio e quimioterapia da Santa Casa.

 

Durante o encontro, o secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, enfatizou o trabalho desenvolvido na Rede e avaliou positivamente como os projetos sociais têm utilizado as premiações da NFC.

 

“Vocês utilizam muito bem os recursos, de forma ágil e por meio de parcerias. O Programa NFC tem gerado resultados multiplicadores e positivos para os cidadãos”, declarou George, enquanto conhecia a loja e a Casa de Apoio.

 

(Fotos: Débora Vieira)

 

Já para a gerente do Programa de Educação Fiscal da Sefaz/AL, Glácia Tavares, a Campanha NFC tem beneficiado diferentes causas sociais e a ideia é expandir o Programa para mais instituições.

 

“Contamos atualmente com 66 instituições cadastradas e queremos que a campanha chegue aos diversos projetos que existem em Alagoas. Nesse ano já realizamos quatro sorteios, que já pagaram mais de R$ 2 milhões à sociedade”, afirmou Glácia.